anúncio patrocinado
Notícias

Na última terça-feira, 7, mais dois jogos deram continuidade à 5ª rodada da I Copa Recra de Futsal

Publicado em 09 de Agosto de 2018.

Às 20h30, o Botafogo Futsal, vice-líder do grupo 2 e bem encaminhado para a segunda fase, enfrentou o FTC, lanterna do grupo 1 e que precisava de um milagre para se classificar.

Com um início de jogo bem equilibrado, o primeiro gol foi sair só aos 6 minutos quando Caio Fernandes aproveitou o rebote de um chute de longe: 1x0 Botafogo.

Depois do primeiro gol, a equipe do Botafogo partiu para cima e, ainda no primeiro período, fez 3x0.

O segundo gol saiu de um chute de primeira de Fábio Pimenta depois de uma bola rolada para trás.

O terceiro, também de Fábio Pimenta, veio após um bom contra-ataque, onde ele só teve o trabalho de empurrar para as redes.

Apesar do placar elástico, o jogo continuava bem pegado e o equilíbrio do primeiro período também apareceu no segundo tempo.

Até que aos sete minutos, depois de uma bela troca de passes, Caio Fernandes fuzilou o goleiro para marcar o quarto do Botafogo.

Na saída de bola, a equipe do FTC, que continuava buscando o gol a todo momento apesar do placar, tentou surpreender a defesa do adversário e partiu pra cima. O time, porém, perdeu a bola e tomou o contra-ataque. Cara a cara com o goleiro, Fábio Pimenta marcou seu terceiro gol na partida, o quinto do Botafogo.

Com o resultado praticamente definido, ainda deu tempo do Botafogo fazer mais dois gols e dar números finais ao jogo.

Depois de um chutaço de longe, Cesar Ribeiro colocou a coxa na bola para empurrar para o gol e marcar o sexto. O sétimo saiu do artilheiro da noite, Fábio Pimenta. Ele recuperou a bola, recebeu na frente e fez.

Com o resultado, a equipe do Botafogo Futsal garantiu sua classificação para a próxima fase. O time permanece na segunda posição do grupo 2, atrás do Jandaia F.C. Já o FTC, com a quarta derrota na competição, está matematicamente eliminado.

O outro jogo da noite ficou por conta do CDD, que poderia assumir a segunda colocação do grupo 1 e do Atlético RP, que precisava do resultado para encaminhar sua classificação no grupo 2.

Com as duas equipes querendo a vitória, a partida também ficou marcada pelo equilíbrio em seu início.

O primeiro gol foi sair só aos oito minutos, quando Maurício Teixeira chutou rasteiro entre as pernas do goleiro após receber um lançamento primoroso que quebrou a defesa do Atlético: 1x0 CDD.

Depois do primeiro gol, o Atlético mudou sua postura: adotou uma marcação alta e um jogo de pressão, que forçava o erro do CDD. Com toques rápidos e um volume de jogo muito grande, a equipe virou a partida de forma avassaladora. Em cinco minutos, o Atlético já ganhava por 4x1 para delírio da sua torcida, que não parou de empurrar o time um minuto sequer.

Os gols foram feitos por Alessandro da Silva (2), André da Silva e Adriano da Silva.

Assustado com a reação, o CDD teve que partir para cima. Em uma jogada individual, Maurício Teixeira cortou o marcador e chutou rasteiro para descontar.

Apesar do gol, o Atlético não se abalou e marcou mais dois antes do final do primeiro período com Márcio Souza, de pênalti e Rafael de Paula em um chute de longe após receber uma bola rolada de calcanhar.

Com o jogo praticamente definido no primeiro período, o segundo tempo perdeu um pouco de emoção. O CDD ainda marcou mais um gol com Maurício Teixeira (hat-trick pra ele), mas o Atlético, com a partida na mão, deu números finais ao jogo com outro gol de Rafael de Paula.

Apesar da derrota, o CDD está classificado para a próxima fase. A equipe aguarda os jogos do All Star para saber sua posição final no grupo 1. Já o Atlético RP, com a vitória, também se garantiu na próxima fase. A equipe, que chegou a ser lanterna do grupo 2, mostrou uma reação muito boa durante a competição e vai para o mata-mata embalada.

Compartilhe: